RONDONOTICIAS sexta-feira, 23 de agosto de 2019 - Criado em 11/10/2001

Trabalhadores do Transporte Público da capital entram em greve nesta segunda-feira, 21

Sindicato alerta que consórcio reduziu circulação de veículos por conta própria


Rondonoticias

18/01/2019 17:44:57 - Atualizado

PORTO VELHO RO - O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na empresas de Transporte Urbano de Passageiros Rondônia (Sitetuperon), Francinei Oliveira, confirmou na sexta-feira (18) que está respeitando os prazos legais, mas que a greve do Transporte Público da capital está confirmada para esta segunda-feira (21).

Ao anunciar a decisão, ele também falou sobre as reclamações de usuários em relação a redução dos ônibus em circulação na capital. A respeito do assunto, o presidente afirmou que a redução foi feita por conta própria pelo Consórcio Sistema Integrado Municipal (SIM).

"Por meio de um ofício na Semtran (Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes) eles informaram a redução e justificaram falta de combustível para isso”, disse.

De acordo com Francinei, na quarta-feira (16), uma Assembleia confirmou o movimento de paralisação da categoria. E depois de tratar sobre os prazos legais, a Diretoria do Sindicato confirmou que a greve vai iniciar mesmo na próxima segunda-feira, sem definição para terminar, pois, segundo o presidente depende das negociações.

Decisão da Justiça

Uma decisao judicial do Tribunal Regional do Trabalho, baseada em uma solicitação da Prefeitura Porto de Velho, considera o movimento ilegal e determina que a frota mínima de 70 por cento dos ônibus deve estar circulando nos horários normais e que esse percentual  deve aumentar para 90 por cento, nos horários de pico dos transportes. Um oficial de justiça esteve no SITETUPERON para a entrega da ordem judicial e o documento também é endereçado ao Consórcio SIM.

Ela foi dada pelo desembargador Osmar J. Barneze, presidente da do TRT da 14ª Região. Em caso de desobediência, a multa fixada é de R$ 200 mil por dia.  




Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.