RONDONOTICIAS domingo, 20 de setembro de 2020 - Criado em 11/10/2001

Mais de 900 denúncias de mulheres e adolescentes desaparecidas no Peru


Notícias ao Minuto

Publicada em: 30/07/2020 08:40:51 - Atualizado


A CIDH expressou nesta quarta-feira (29) a sua preocupação e solicitou ao Estado peruano a investigar os casos detalhadamente e com uma perspectiva de gênero, bem como a cumprir "o dever de proteger de maneira abrangente os direitos das adolescentes, particularmente o direito a uma vida livre de violência ".

 No total, são 915 as denúncias acumuladas por desaparecimentos de mulheres e adolescentes durante o período de isolamento social decretado pelo Governo, que ainda se mantém em algumas regiões do país, de acordo com dados divulgados pelo MP em comunicado.

Desde o início do ano, no total foram feitas 2.415 denúncias de mulheres desaparecidas no Peru (737 adultos e 1.720 menores), uma tendência que se acelerou com o alívio das restrições à mobilidade social.

Além disso, de acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Mulher e Populações Vulneráveis (MIMP), 226 crianças e adolescentes menores de idade (sempre mulheres) foram vítimas de abuso sexual desde o início da pandemia.

O confinamento começou a 16 de março em todo o país, juntamente com o fechamento total das fronteiras, recolher obrigatório noturno e a proibição do transporte inter-provincial de passageiros.

Desde 01 de julho, o confinamento foi oficialmente suspenso em 18 das 25 regiões do país, mas existe ainda em sete departamentos onde as infecções ainda não baixaram.

Apesar da rápida resposta das autoridades, o Peru tornou-se num dos focos mundiais da COVID-19, acumulando mais de 395 mil infecções e mais de 18.600 mortes.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 660 mil mortos e infectou mais de 16,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br