RONDONOTICIAS domingo, 20 de setembro de 2020 - Criado em 11/10/2001

Vizinhos denunciam “Corona Fest”, 15 pessoas são presas e dono da casa ofende policiais

Rapaz de 19 anos foi encontrado caído em um dos quartos da casa


Folha do Sul

Publicada em: 03/08/2020 09:44:28 - Atualizado


VILHENA, RO - 15 pessoas foram detidas e levadas para a Delegacia de Polícia Civil na noite de ontem, em Vilhena. Todas estavam participando de uma “Corona Fest” no bairro Nova Esperança, e foram denunciadas através de várias ligações para o número de emergência da PM.
 
Quando a guarnição chegou ao endereço indicado nas chamadas, dando conta de que havia pelo menos 30 pessoas participando do evento, constatou a aglomeração e encontrou, no quintal da casa, um veículo com caixas de som potentes ligadas a todo volume.
 
Esse tipo de acontecimento está proibido por decreto municipal em Vilhena, que tenta frear a disseminação da Covid-19, que é facilitada pela aglomeração de pessoas no mesmo local, sem o uso de máscaras e outras medidas de proteção.
 
Quando era conduzido até a Unisp, a fim de prestar esclarecimentos sobre a perturbação de sossego, um homem de 38 anos, que seria o dono da casa onde era realizada a festa, desacatou os policiais que atuavam na ocorrência, chamando-os de “bando de filhos da puta” e “pau no cu”.
 
Na mesma casa, onde também havia mulheres participando da bebedeira, um rapaz de 19 anos estava caído num dos quartos, completamente bêbado e ferido. Em virtude de seu estado, o jovem não soube dizer se alguém havia provocado a lesão em seu corpo.
 
 


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br