RONDONOTICIAS quinta-feira, 24 de setembro de 2020 - Criado em 11/10/2001

Escola de RO substitui copos plásticos por copos de mandioca

Após palestras de educação ambiental, projeto foi implantado em Colégio no Cone Sul do estado


Semcom

Publicada em: 21/06/2019 10:51:58 - Atualizado

VILHENA RO - A primeira escola de Vilhena a substituir totalmente os copos descartáveis de plástico por copos feitos de mandioca e cana de açúcar comemorou o sucesso da parceria nesta semana, após a implantação do projeto pelo Saae (Serviço Autônomo de Águas e Esgoto). O Colégio do Professor Vanks, pioneiro na iniciativa, agora utiliza apenas copos feitos de material compostável e biodegradável, que prejudica o Meio Ambiente. 

“Em todas as nossas andanças pelas escolas e instituições, levando nossas ações, essa é a primeira escola que realmente colocou o projeto em andamento. Estamos felizes em poder alcançar de forma efetiva os alunos, com ações que conquistam os estudantes”, revelou Sueli Magalhães, palestrante e diretora do Departamento de Planejamento e Projetos do Saae.

Nesta semana, a autarquia esteve na unidade escolar e ministrou palestras para cerca de 150 alunos, que conheceram os projetos desenvolvidos pelo Saae, envolvendo água, esgoto e resíduos.

A divulgação do Saae junto aos estudantes envolve a Coleta Seletiva, a substituição dos copos descartáveis por compostáveis (feitos de mandioca e cana de açúcar), o projeto Adote um Copo, e, também, a Compostagem Orgânica, levando até as escolas e instituições as ações que geram impacto ambiental positivo no município.

“Todas estas ações tentam compensar os problemas que o plástico nos cria. Barato, o plástico descartável tomou conta de tudo na vida moderna. Embalagens de todos os tipos são feitas dele e o resultado é muito lixo que demora centenas de anos para decompor indo parar nos aterros”, conta Maciel Wobeto, diretor do Saae.

Em Vilhena, cerca de 100 toneladas de materiais recicláveis são retiradas do lixo mensalmente, gerando emprego e renda para mais de 40 famílias dentro da cidade e no aterro sanitário, através do projeto Coleta Seletiva criado e fomentado pelo Saae desde dezembro de 2017.


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br