RONDONOTICIAS quarta-feira, 23 de setembro de 2020 - Criado em 11/10/2001

Governo entrega dez leitos de UTI no Hospital de Campanha Zona Leste

Leitos de UTI no Hospital de Campanha Zona Leste...


Decom

Publicada em: 03/08/2020 18:05:30 - Atualizado

Porto Velho - RO - O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), entrega neste terça-feira (4), às 9h, dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha Zona Leste, antigo Centro de Reabilitação de Rondônia (Cero).

Ao todo, a unidade tem 30 leitos de UTI prontos, mas encontra dificuldade para contratar profissionais para funcionar na totalidade.“Nós vamos iniciar com esses dez leitos de UTI por conta da dificuldade de contratação de profissionais médicos, mas a unidade está com 30 leitos de UTI prontos, com equipamentos, bombas de infusão, cardioversores, monitores multiparâmetros, rede de oxigênio, gerador, estação de pré-tratamento de água para máquina de hemodiálise, ultrassom e raio-x portátil, equipe de laboratório e nutrição enteral. Estamos com uma estrutura pronta”, disse o coordenador da unidade, Richael Costa.

O Hospital de Campanha Zona Leste, que atenderá com 30 leitos de UTI e 23 clínicos, passou por reformas na estrutura física, recursos provenientes de doações de empresários locais, 25 ventiladores mecânicos de alta performance foram doados pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e Tribunal Regional do Trabalho 14ª região (TRT), os outros equipamentos foram comprados pelo governo do Estado.

“No início da pandemia, tínhamos grande necessidade de leitos clínicos, porém nosso cenário mudou, e nossa maior necessidade passou a ser leitos de UTI. Com a aquisição do antigo Regina Pacis, feita pelo governo do Estado, sendo hoje o nosso Hospital de Campanha, conseguimos entregar com mais agilidade 20 leitos de UTI. Enquanto isso, fomos readequando o Cero para atender pacientes graves com Covid-19. Tudo dentro do nosso planejamento, conforme foi organizado desde o começo. Gradativamente vamos abrindo os outros leitos à medida que conseguimos bombas infusoras e equipe médica suficiente”, destacou o secretário adjunto da Sesau, Nélio Santos.

O Cero, hoje Hospital de Campanha Zona Leste, durante anos funcionou com o foco na reabilitação de pacientes, sendo considerado referência em tratamentos de fisioterapia ortopédica adulto, fisioterapia neurológica adulto e infantil, terapia ocupacional e fonoaudiologia a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Com a ocorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus, houve a necessidade de transformar a unidade em hospital de retaguarda para pacientes em tratamento da Covid-19.


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br