Publicado em 06/02/2013 07h06 - Atualizado em 06/02/2013 10h45

Receita: Liberação da consulta ao 2°. lote de restituição 2013

Em Rondônia, 657 contribuintes vão receber o imposto de volta neste lote. 

A partir das 9 horas desta quarta-feira, 6/02, o contribuinte que corrigiu a sua Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física e que tenha direito à restituição do tributo já poderá saber se o seu nome consta no segundo lote de restituição de 2013. Para obter essa informação, basta acessar o site www.receita.fazenda.gov.br e inserir o número do CPF e a senha que aparecerá na tela. No lote constam restituições dos últimos cinco exercícios. O dinheiro já está corrigido pela taxa Selic e será creditado na conta bancária do contribuinte no próximo dia 15. 

Na 2ª Região Fiscal, que é composta pelos estados do Norte, com exceção do Tocantins, 5.200 contribuintes foram contemplados no lote. Juntos, eles vão receber R$ 9.190.400,43. Deste total, R$ 6.772.495,87 serão para o pagamento de restituições do exercício 2012, R$ 1.122.471,99 do exercício 2011, R$ 428.106,86 do exercício 2010, R$ 493.365,60 do exercício 2009 e R$ 373.960,11 do exercício 2008. Cada contribuinte vai receber em média R$ 1.767,38. 

No estado de Rondônia, 657 contribuintes vão receber a restituição do IR neste lote. Eles terão creditado em suas contas bancárias um montante de R$ 786.071,18. Deste valor, R$ 597.622,95 se referem ao pagamento de restituições do exercício 2012, R$ 98.294,98 do exercício 2011, R$ 38.305,38 do exercício 2010, R$ 35.421,76 do exercício 2009 e R$ 16.426,11 do exercício 2008. Em média, cada contribuinte vai receber R$ 1.146,96. 

O contribuinte com restituição apurada no momento da elaboração da declaração de ajuste anual, mas que ainda não foi relacionado em nenhum lote, deve verificar o extrato da declaração do IRPF no endereço eletrônico www.receita.fazenda.gov.br e, se for o caso, apresentar uma retificadora, para que a sua restituição seja paga nos próximos lotes. 

Autor: Receita Federal

Comentários do Site »

  • Nenhum comentário para esta notícia

Comentários do Facebook »